Blog

Fique por dentro das novidades

Fundos imobiliários durante a crise do coronavírus

Fundos imobiliários são uma espécie de comunhão de recursos destinados a empreendimentos de imóveis. Em outras palavras, ele é constituído sob a forma de condomínio fechado, dividido em cotas tidas como ideais do seu patrimônio.

E em meio à variação econômica causada pela pandemia do coronavírus, teve um impacto menor de queda. As previsões para 2020 foram prorrogadas, mas não necessariamente alteradas.

 Primeiramente, porque seus lastros costumam ser mais simples para entender. E o mais importante, por sua previsibilidade. Comparado, por exemplo, com a bolsa de valores, os índices são mais animadores. No mês passado, o IFIX (que reúne os principais fundos imobiliários) teve recuo de 3,5% enquanto o IBOVESPA apontava queda de 12%. Mas você consegue entender o porquê destes fundos serem a menina dos olhos do mercado na atual situação? Esse artigo vai te ajudar a compreender.

A previsibilidade dos fundos imobiliários é mais constante

Como dissemos ali em cima, a compreensão – principalmente por leigos – de fundos imobiliários é mais simples que outros investimentos. Mas é importante saber que mesmo com impacto menor nas cotas, há sim efeito negativo nesta modalidade. Porém os especialistas perceberam que as medidas tomadas até o momento foram particularmente positivas para os fundos imobiliários, por exemplo, a redução da Taxa Selic.

O essencial nesse caso é lembrar que mensalmente os rendimentos são distribuídos, logo, as carteiras mantém seu valor nominal.

Ainda que não haja uma resposta única se a troca de investimento para fundos imobiliários, a situação pede calma. E por não haver previsão de quanto tempo a situação da quarentena irá durar, a prudência precisa ser o tempo todo.

Como o coronavírus impacta diretamente os fundos imobiliários?

Após a pandemia, há um certo receio quanto à retomada de investimentos imobiliários. A expectativa em relação aos fundos imobiliários é de impacto limitado. Isso acontece porque os imóveis nacionais têm pouca exposição ao mercado externo. Entretanto não é possível descartar volatilidade nos papéis no curto prazo. Isso acontece porque o cenário de incertezas aumenta a aversão a risco dos investidores. No caso, se houver uma queda no fluxo de pessoas por muito tempo, pode haver o enfraquecimento operacional ainda que este não seja o cenário base.

Setores imobiliários e seus impactos

Os fundos imobiliários de shoppings apontam para um impacto maior devido as restrições locais serem mais intensas. Por outro lado, o segmento de galpões logísticos devem ser os menos afetados. Primeiro, por se localizarem normalmente em regiões estratégicas de saída de centros comerciais. E também pelo seu funcionamento no caso de migração para serviços e-commerce.

E se você quer mais informações sobre tudo o que acontece no mercado imobiliário, ou ainda escolher aquele seu empreendimento dos sonhos, continue conosco. Basta clicar em um dos ícones abaixo e conhecer tudo o que o Condomínio Versailles Ville de France pode oferecer para você e sua família.

Entre em contato conosco Whatsapp - coronavirusEntre em contato conosco YoutubeEntre em contato conosco LinkedinEntre em contato conosco Fale conosco - coronavírus